Sutiãs e sapatos, as primeiras mudanças no guarda-roupa

As peças de roupas ideais para quem fica com seios e pés inchados durante a gravidez

Gravidez

Finanças

A mudança no guarda-roupa da grávida começa pela roupa íntima. E pelos pés.

É justamente por causa dos seios doloridos que muitas mulheres desconfiam de que estão grávidas. E, junto com aquela dor fina e constante, há o inchaço. Em muitos casos, já no comecinho da gestação os seios ficam parecendo pedras, e o número do sutiã aumenta, sobretudo para quem já tinha muito peito. Tem mulher que chega ao nono mês da gravidez usando um sutiã dez números acima do normal.

Não adianta comprar logo uma leva grande de sutiãs, porque talvez os seios parem de crescer lá pelo meio da gravidez.Ou cresçam mais. Porém, se você for uma das mulheres que mal sabiam que esperavam um bebê e já sentiam os seios maiores, terá de providenciar dois ou três sutiãs novos agora. Ninguém merece ficar com sutiã apertado, marcando a pele, sobretudo num momento tão bacana da vida, em que o melhor é pensar em outras coisas. Invista no conforto e saia à procura do sutiã perfeito.

A boa notícia é que há muitas linhas de sutiãs para grávidas, de todos os preços, de variadas cores e de diversos formatos. Convém perguntar ao médico se há alguma restrição a arames, bojos e determinados tecidos. Mas, fora as recomendações de saúde, vale o gosto da freguesa. Inclusive usar tops de ginástica no lugar do sutiã, se isso lhe fizer bem. Os tops dão boa sustentação e não machucam. Por que não?

Se preferir o tradicional sutiã, há desde grifes de lingeries até redes de lojas de departamentos com linhas especiais para grávidas, inclusive de calcinhas. Se já no início o quadril alargar e as calcinhas apertarem, é hora de comprar peças maiores.

No caso do sutiã, lembre-se ainda de que os seios continuarão grandes na hora de dar de mamar ao bebê. Pode ser uma boa decisão já buscar alguns modelos de sutiãs com aberturas para amamentação, para depois você não ter de comprar tudo de novo.

Se você é de praia ou piscina, a mudança nos seios vai ter impacto ainda no tamanho do biquíni. Quando os seios aumentam muito, mas o quadril muda pouco, a dica é procurar as lojas que vendem o biquíni descasado: sutiã G e calça M, por exemplo. Se na sua cidade for muito difícil encontrar uma loja dessas, procure uma amiga que precise do sutiã de biquíni M e da calça G, comprem um modelo completo de cada tamanho e depois troquem as peças.

E os pés, o que têm com isso agora? Geralmente, eles incham mais para o fim da gravidez. Mas há médicos que acham, desde agora, perigoso usar saltos muito altos, sobretudo os mais finos, do tipo agulha. A mulher pode tropeçar e levar um tombo feio. Para que arriscar? E, se vai logo comprar sapatos novos, pense já no sétimo, no oitavo, no nono mês, quando é grande a chance de você querer muito mais conforto. Melhor já comprar sapatos que sirvam para a gestação toda.

Os campeões de bem-estar são as sapatilhas e os sapatos tipo chinelinho. Não é preciso ter muito mais do que isso: um par de sapatilhas pretas, outro par marrom e um colorido para alegrar o visual, além de um chinelinho enfeitado que possa ser usado em uma festa de aniversário ou num passeio informal. Se já tiver sapatos assim no armário, não é necessário fazer um gasto extra. Cuide apenas para que o solado seja bem flexível, e as sapatilhas não façam bolhas nos calcanhares

Artigos Relacionados

Bem vestida, sem gastar muito

Como montar um guarda-roupa básico para a gravidez, gastando pouco ou aproveitando peças de outras gestantes