Do you speak filhês?

Não é porque não aprendeu a falar que seu bebê vai deixar de se comunicar com você. Fique atenta e aprenda a conversar com ele.

5 a 8 meses

Educação

Se você não falava mais de uma língua antes, agora vai falar – e, se já falava, aprenderá mais uma, que seu bebê vai inventar.

Arrulhos, estalos, gritinhos, sílabas grudadas, gestos, caras e bocas formam a novíssima gramática que seu filho vai usar para se comunicar com você e com as outras pessoas que conhecem apenas os idiomas comuns do planeta.

Já nas primeiras semanas, ele começa a produzir sons, primeiro por acidente e depois para explorar melhor a habilidade que acabou de descobrir. Entre no jogo e “responda”, falando com ele como se estivesse conversando. Ele não entenderá suas palavras, mas já estará se acostumando aos mecanismos da comunicação e criando um espaço no seu desenvolvimento mental para o aprendizado da linguagem.  

Aos poucos, você vai perceber que alguns sons que ele inventa começam a se parecer com palavras e se repetem em determinadas situações, quando ele está cansado, com sono, com vontade de brincar... Preste atenção às pistas que ele dá e logo você terá seu diploma exclusivo de tradutora de filhês.

 

Narração educativa

Ao cuidar do bebê, adquira o hábito de descrever o que está fazendo, para que ele se acostume a associar as palavras a ações e objetos.

 

Agora para valer

Quando o bebê começa a falar de verdade, não faça gracinha imitando seus erros nem o corrija – apenas repita a palavra do jeito certo.

Artigos Relacionados

Gugu-dadá já era

Quando o bebê começa a aprender as primeiras palavras, é hora de deixar para trás aquele dialeto que só mãe é capaz de entender.

Ao infinito e além

O estímulo é a base do desenvolvimento infantil. Quanto mais adequado à fase, maior o aproveitamento e o aprendizado.

Ler para o bebê ajuda no desenvolvimento

Desde os primeiros meses de vida você pode estimular o bebê a falar e, até, criar o gosto pela leitura