Brincar é viver

É nas brincadeiras que seu filho aprende sobre as coisas importantes da vida...E você pode descobrir o melhor antídoto contra o estresse.

13 a 18 meses

Educação

Brincando com o bebê, você multiplica a capacidade de aprendizado dele e ainda tem o privilégio de relaxar após um dia intenso.  

  • Esperar a vez, ajudar os companheiros e respeitar os oponentes... As noções de ética que ajudam a moldar o caráter do futuro adulto chegam junto com as primeiras brincadeiras. Mais tarde, elas apenas se sofisticam, à medida que a criança aprende a lidar com as regras dos jogos e dos relacionamentos com os amiguinhos e com a própria sociedade.
  • Mais vigor, melhor coordenação motora e controle corporal podem ser conquistados no playground – incentive seu pequeno a correr, pular, escorregar, girar e inventarpiruetas.
  • Nas brincadeiras que envolvem criação e encenação de histórias, a criança retrata e reflete sobre os relacionamentos e os papéis familiares. Quer aprender mais você sobre seu filho? Fique ligada nas historinhas que ele inventa: seus interesses, conflitos, medos e sentimentos – bons ou ruins – estarão todos ali.

 

Aprendizado de convivência

Nunca é cedo para as palavrinhas mágicas. Mostre ao seu filho que “por favor” e “obrigado” fazem parte de brincar com amiguinhos.

 

De novo!

Prepare-se...Repetir muitas e muitas vezes uma mesma brincadeira é importante para o bebê compreender os mecanismos de cada atividade.

Artigos Relacionados

É imitando que se aprende

Eles copiam tudo: suas atitudes, palavras, reações e o modo como se relaciona com as pessoas. Agora, exemplos valem mais do que mil palavras

Estimular o bebê é fundamental; saiba quanto e como fazer isso

Bebê que recebe estímulos desde cedo se desenvolve melhor. Mas, evite exageros!

Exercite a autonomia de seu bebê

Ele precisa de liberdade e segurança para crescer. E é você quem deve estabelecer esse equilíbrio.